Baltashow Notícias

Ações de combate ao Aedes aegypti serão intensificadas em Campos, no RJ

Mais noticias

Ações de combate ao Aedes aegypti serão intensificadas em Campos, no RJ

Critério para início das ações foi o resultado do segundo LIRAa de 2019, que teve índice de 4.4%, sendo considerado de alto risco.

 

Casos de chikungunya na cidade ultrapassaram 2,6 mil no primeiro quadrimestre de 2019 — Foto: Divulgação/Prefeitura de CamposCasos de chikungunya na cidade ultrapassaram 2,6 mil no primeiro quadrimestre de 2019 — Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos

Casos de chikungunya na cidade ultrapassaram 2,6 mil no primeiro quadrimestre de 2019 — Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos

 

A Prefeitura de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, dará início nesta sexta-feira (17) aos mutirões de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da chikungunya, dengue e zika. Casos de chikungunya na cidade ultrapassaram 2,6 mil no primeiro quadrimestre de 2019.

Os trabalhos serão realizados nas sextas-feiras, a partir das 8h, por agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Superintendência de Limpeza Pública (Sulimp), Superintendência de Postura e Secretaria de Desenvolvimento Ambiental.

Segundo a Prefeitura, o primeiro mutirão será em Travessão, KM 13, KM 15 e Jardim Aeroporto, com expectativa de visitar mais de 12,3 mil imóveis.

O diretor do CCZ, Marcelo Sales, ressaltou que o critério para início das ações foi o resultado do segundo Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, que teve índice de 4.4%, sendo considerado de alto risco.

"Vale ressaltar que o CCZ mantém durante o ano todo o trabalho de visitas regulares. A maior parte dos focos do Aedes foi encontrada em residências habitadas, sendo 45% em vasos de plantas, 16,4% em ralos sem uso frequente, lajes e calhas, só ai já totalizando 61,4%, o que caracteriza que o perigo está dentro das nossas casas e portanto precisamos nos dedicarmos mais nas medidas preventivas", frisou Marcelo.

 

Ainda segundo o diretor do CCZ, independente do LIRAa, já estava programado um grande mutirão para esta sexta no distrito de Travessão, área que concentra hoje o maior número de casos de chikungunya na cidade.

Nessa quarta (15), representantes da Secretaria de Educação e CCZ se reuniram para definir detalhes da campanha "Campos contra o Aedes aegypti", que mobilizará escolas rede municipal no combate aos focos do mosquito. A princípio, participarão 15 unidades de diferentes áreas do município.

G1

ENVIE NOTÍCIAS PARA O EMAIL
centralbaltashow@gmail.com
whatsapp Baltashow 63.984688254

Deixe seu comentário aqui:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da Baltashow Notícias e são de total responsabilidade de seus autores.