Baltashow Notícias

Alunos de escola pública de Campo Grande ajudam a alegrar Natal de 232 crianças

Destaques

Alunos de escola pública de Campo Grande ajudam a alegrar Natal de 232 crianças

Segundo os Correios, ainda estão disponíveis cerca de seis mil cartinhas em Mato Grosso do Sul. A adoção pode ser feita até sexta-feira (8).

Alunos de escola pública adotam quase 300 cartinhas dos Correios

Os alunos da escola municipal Geraldo Castelo na Vila Castelo, em Campo Grande, adotaram 232 cartinhas dos Correios de crianças que pedem presentes de Natal para o Papai Noel. Nesta quarta-feira (6), foi o dia de entregar os brinquedos para os carteiros que vão fazer a distribuição.

Todos os anos eles participam de campanhas de Natal, normalmente arrecadam alimentos para distribuir para instituições carentes. Mas este ano a professora teve uma ideia diferente: adotar cartinhas que as crianças escreveram para o Papai Noel, na campanha dos Correios.

“Conseguimos uma Ceinf [Centro de Educação Infantil] completo e mais dois Ceinfs vão receber presentes nossos. Foi um envolvimento muito grande, os pais ficaram encantados com as cartas, as crianças em levar o presente e poder ajudar outra criança”, afirmou a professora Ana Cristina.

Os professores chamaram os alunos que levaram a ideia para os pais. O resultado foi centenas de presentes arrecadados.

“Foi bem legal ajudar elas porque elas podem ficar felizes e também fazer a gente ficar feliz”, disse Felipe Prado, de 9 anos.

A iniciativa contagiou outros professores. “Foi uma iniciativa muito importante, envolver as crianças num projeto desse, mostra como é importante trabalhar a cidadania e ajudar o próximo”, disse a professora Wayne Aparecida de Jesus.

Ainda estão disponíveis cerca de seis mil cartinhas nos correios de todo o estado de Mato Grosso do Sul. A adoção pode ser feita até a próxima sexta-feira (8).

G1

ENVIE NOTÍCIAS PARA O EMAIL
redacao.baltashow@gmail.com
whatsapp Baltashow 63.84688254

 

Deixe seu comentário aqui:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da Baltashow Notícias e são de total responsabilidade de seus autores.