Baltashow Notícias

Funcionários de terceirizada da Comsercaf paralisam atividades e protestam para cobrar salários em Cabo Frio, no RJ

Mais noticias

Funcionários de terceirizada da Comsercaf paralisam atividades e protestam para cobrar salários em Cabo Frio, no RJ

Supostos empresários foram presos na Operação Basura, da Polícia Federal. Trabalhadores dizem não ter recebido o pagamento do salário de outubro.

07/12/2017 10h01  Atualizado há menos de 1 minuto

 

Quarenta funcionários de uma empresa terceirizada da Comsercaf, autarquia municipal de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, paralisaram as atividades de coleta de lixo e entulho nesta quinta-feira (6). Eles protestam em frente à sede da empresa Prime, no bairro Monte Alegre, cobrando a regularização do pagamento de salários. Os supostos donos da empresa, que são apontados na investigação como "laranjas", foram presos na terça-feira na Operação Basura, da Polícia Federal.

Segundo os funcionários, o contrato de trabalho que eles mantém com a terceirizada prevê o pagamento até 20 dias depois do mês trabalhado. Eles cobram o pagamento do mês de outubro, que deveria ter sido pago no dia 20 de novembro.

 
Claudio Moreira, presidente da Comsercaf, foi preso pela Polícia Federal em Cabo Frio (Foto: Renan Gouvêa/Inter TV)Claudio Moreira, presidente da Comsercaf, foi preso pela Polícia Federal em Cabo Frio (Foto: Renan Gouvêa/Inter TV)

Claudio Moreira, presidente da Comsercaf, foi preso pela Polícia Federal em Cabo Frio (Foto: Renan Gouvêa/Inter TV)

Os trabalhadores são contratados pela Prime para prestar os serviços de retirada de lixo, entulho e galhos com caminhões próprios.

"A gente não quer prejudicar a cidade, e a época agora é de verão. A cidade tem que estar limpa. Todo mundo quer trabalhar. Precisamos de um posicionamento. A conta não deixa de vir, e todo mundo está de conta atrasada. A gente está numa empresa que os donos estão presos", disse Lenaldo Quintal, um dos funcionários.

Segundo Lenaldo, o contrato firmado no início do ano foi feito sem a assinatura dos proprietários da empresa.

"Eu assinei sem a parte do proprietário porque eu tenho compromissos. Eu preciso trabalhar porque tenho contra para pagar. Entrei nisso porque eu sempre trabalhei para a empresas. Vi que a Prime prestou serviços em São Pedro, puxei o CNPJ da empresa e confiei", disse.

O G1 tenta contato com a assessoria de comunicação da Prime para o posicionamento da empresa. A reportagem também entrou em contato com as assessorias de comunicação da Comsercaf e da Prefeitura de Cabo Frio e aguarda os posicionamentos sobre o caso.

 

Investigações da Operação Basura

 

Escutas telefônicas divulgadas pela Polícia Federal e Ministério Público revelam, segundo os órgãos, um esquema de funcionários fantasmas e fraude em licitações na empresa responsável pela coleta de lixo em Cabo Frio. Em uma das conversas, o presidente da Comsercaf, Cláudio Moreira, preso nesta terça-feira (5) na Operação Basura, afirma que sabia que estava sendo monitorado.

O diálogo do presidente com o suposto segurança dele ocorreu em julho deste ano.

 

Cláudio: "Fala, bonito!"
Andrade: "Bom dia, meu lindo, você está na cidade?"
Cláudio: "Já estou na cidade. Para de falar no telefone que tem um filho da... gravando meu telefone".

 

Quatro pessoas tiveram a prisão preventiva decretada e foram transferidas da sede da Polícia Federal em Macaé nesta quarta-feira (6). O presidente Cláudio Moreira foi encaminhado para o Batalhão Especial Prisional, em Niterói.

 

Escutas telefônicas de envolvidos na Operação Basura foram divulgadas pela Polícia Federal

Escutas telefônicas de envolvidos na Operação Basura foram divulgadas pela Polícia Federal

Já o PM reformado Antonio Carlos Leal Carvalho, o empresário Bruno Toledo e o empresário Pablo Santos Rodrigues foram levados para Água Santa no Rio, onde vão passar por triagem e podem ser transferidos para outras unidades.

O G1 entrou em contato com as defesas de Antonio Carlos Leal Carvalho, Bruno Toledo e Pablo Santos Rodrigos e aguarda um posicionamento sobre o caso. A reportagem também tenta contato com a defesa de Cláudio Moreira.

G1

ENVIE NOTÍCIAS PARA O EMAIL
redacao.baltashow@gmail.com
whatsapp Baltashow 63.84688254
 

Deixe seu comentário aqui:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da Baltashow Notícias e são de total responsabilidade de seus autores.