Baltashow Notícias

PF prende no Pará ex-senador do PMDB Luiz Otávio Campos

Politica

PF prende no Pará ex-senador do PMDB Luiz Otávio Campos

Delatores da Odebrecht informaram que foi o ex-senador quem intermediou os repasses ilegais para a campanha de Helder Barbalho em 2014. Ele não se elegeu.

 

PF faz operação em três estados para investigar pagamento de Caixa 2 em 2014

 

A Polícia Federal Fez uma operação em três estados para investigar o pagamento de caixa dois na eleição de 2014. No Pará, os policiais prenderam o ex-senador Luiz Otávio Campos.

Equipes da Polícia Federal foram até a casa de Luiz Otávio Campos, em Belém, e de parentes dele. Os agentes apreenderam dinheiro, documentos e prenderam temporariamente o ex-senador, que cumpriu mandato de 1998 a 2006, pelo então PMDB.

A Operação Fora do Caixa foi um desdobramento da Lava Jato.

As investigações começaram após a delação premiada de executivos da Odebrecht, que declararam o pagamento de R$ 1,5 milhão por meio de caixa dois, para a campanha de Helder Barbalho, do MDB, ao governo do Pará, em 2014. Segundo os delatores, foi o ex-senador Luiz Otávio Campos quem intermediou os repasses ilegais.

“Conseguimos mapear que, em pelo menos uma das entregas, há indício de que tenha sido realizada em endereço de pessoas ligadas a um ex-senador da República, a parentes dele”, disse o delegado da PF Bruno Benassuly.

Helder Barbalho declarou que não foi alvo da ação desta quinta (9) e que as doações da Odebrecht foram declaradas e as contas aprovadas pela Justiça Eleitoral, não havendo irregularidades.

O advogado Jorge Medeiros, que representa Luiz Otávio Campos afirmou que as doações foram legais.

“Em 2014 eram autorizadas as doações pelas empresas. Isso foi feito de forma legal, dentro da legalidade, tudo comprovado, com prestação de contas. O quê que se vê muito são fatos, são depoimentos isolados e que não estão corroborados por nenhuma outra prova”, disse.

No fim da tarde, a Justiça Eleitoral libertou o ex-senador, Luiz Otávio Campos, depois de uma audiência de custódia. Ele vai responder ao processo em liberdade.

G1

ENVIE NOTÍCIAS PARA O EMAIL
centralbaltashow@gmail.com
whatsapp Baltashow 63.984688254

Deixe seu comentário aqui:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da Baltashow Notícias e são de total responsabilidade de seus autores.